sábado, 17 de fevereiro de 2007

Tholos do Caladinho (Redondo)


Localização do tholos do Caladinho

Em meados da década de 90 do séc. XX, o tholos do Caladinho sofreu uma violação que lhe afectou cerca de metade da câmara. Desta acção resultou um crescente problema de conservação que conduziu a uma inclinação de dois dos seus ortóstatos.

Intervencionado em 2006 e 2007 por Leonor Rocha e Rui Mataloto, foi possível registar, em profundidade, a presença de realidades estratigráficas e artefactuais aparentemente "in situ" e em bom estado de conservação, quer na metade da câmara conservada, quer no corredor.

O espólio recolhido, até ao momento, concentrava-se sobretudo na câmara, ainda que o corredor tenha também proporcionado um importante número de vestígios, especialmente na área de transição para a câmara, onde se encontrava menos perturbado por ocupações posteriores



Vista geral do monumento no início da intervenção




Pormenor da área sondada na mamoa



Planta geral do momumento e da área sondada na mamoa


Conjunto cerâmico recolhido na câmara e corredor do tholos do Caladinho


Conjunto de artefactos líticos e metálico recolhidos na câmara do tholos do Caladinho

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2007

Publicações II



Editado em Dezembro de 2006, o livro Megalitismo nas Herdades da Fundação Eugénio de Almeida apresenta "os dados arqueológicos referentes aos monumentos e sítios megalíticos, nas Herdades da Fundação Eugénio de Almeida".

Autor: Manuel Calado

Edição: Fundação Eugénio de Almeida

terça-feira, 13 de fevereiro de 2007

Anta do Lucas 6 (Terena, Alandroal)

Monumento megalítico de corredor, com morfologia complexa, integrado num conjunto de cerca de dezena e meia de exemplares, quase todos muito afectados. Trata-se de monumentos de xisto, todos de pequena dimensão, integrados numa área de solos com fraco potencial agrícola, nas proximidades do território do famoso santuário de Endovélico.
Este monumento, em particular, apresenta a peculiaridade de não apresentar esteio de cabeceira e de, em lugar dele, ter uma sepultura cistóide, cujo espólio consistiu apenas em uma enxó e um machado de pedra polida, de secção arredondada.
O espólio da anta, que apresentava sinais de violação, reduziu-se a alguns fragmentos de cerâmica mal conservados, uma enxó de pedra polida e dois fragmentos de lâminas de sílex. Na câmara, foi igualmente recolhida uma lage com um símbolo esteliforme inserido num círculo, executados por incisões finas (filiformes).





Tampas da sepultura


Sepultura no final da escavação


Escavação da anta

Lage com um símbolo esteliforme


Pormenor da destruição da anta.


Espólo recolhido

domingo, 4 de fevereiro de 2007

Mega Antas - 1




Anta - Capela de S. Dinis (Pavia, Mora)

Monumento escavado por V. Correia e publicado no
"El Neolitico de Pavia" (1921)