terça-feira, 27 de março de 2012

O novo [velho] mundo da Morte...

No decurso da última década descobriu-se um novo mundo no que diz respeito aos contextos funerários, desde o Neolítico até ao Romano/Medieval.
Áreas consideradas vazias, desocupadas, por não apresentarem evidências de enterramentos "positivos", ou seja, nas conhecidas formas do megalitismo funerário alentejano, vieram a revelar uma profusão de enterramentos "negativos"...
Aparentemente, ontem, como hoje, existiriam os que gostavam de fazer notar a sua presença, na vida e na morte, e os que gostavam de permanecer invisiveis. Estes, foram bem sucedidos, porque só os conseguimos identificar nos alvores do séc. XXI.








quarta-feira, 21 de março de 2012

quinta-feira, 15 de março de 2012

Territórios Megalíticos: Arraiolos - 3ª dos Testos/ Zambujeiro1





















A anta 3ª dos Testos, integra o conjunto de monumentos intervencionado pelo Prof. Manuel Heleno, no concelho de Arraiolos. 
Escavada entre 27 de Março e 3 de Junho de 1939, forneceu um espólio não muito abundante (cerca de uma centena de peças - cerâmica, pedra polida, pedra lascada, placas de xisto e contas de colar) atendendo às suas dimensões.
Por não se terem na altura publicado os trabalhos então realizados, este monumento foi denominado pelo casal Leisner e pela bibliografia posteriormente publicada, como Zambujeiro 1.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Territórios Megaliticos: Évora - Vale de Rodrigo 1

O Monumento de Vale de Rodrigo 1 (4) localiza-se em Évora, na freguesia de Nossa Senhora da Torega, próximo de alguns dos mais importantes monumentos da região:

(1) Cromeleque dos Almendres - a cerca de 5500m.
(2) Anta Grande do Zambujeiro - a cerca de 7200m;
(3) Anta Capela de Nª Sª do Livramento - a cerca de 5600m;

(4) - Vale Rodrigo 1

O monumento, classificado como Imóvel de Interesse Público (IIP) possui uma mamoa muito bem preservada, que envolve ainda toda a estrutura pétrea funerária e um menir localizado no limite Este da mesma.






quinta-feira, 1 de março de 2012

Congresso Internacional “Do reino das sombras: figurações da morte”.

"Na sequência de duas iniciativas anteriores do Centro de Estudos Filosóficos e Humanísticos da Faculdade de Filosofia de Braga (o Colóquio Interdisciplinar A Expressão Mítica dos Afectos, em 2009, e o Colóquio Internacional Interdisciplinar “Mitos e heróis: a expressão do imaginário”, em 2010), e produto do mesmo desejo de promover e aprofundar uma reflexão crítica estimulante sobre a permanência e repercussão do imaginário mítico da Antiguidade Clássica na Literatura e na Cultura Ocidentais de todos os tempos, a Linha de Investigação em Estudos de Literatura e Cultura da mesma instituição vem agora propor à comunidade académica, entre os dias 25 e 27 de Outubro de 2012, a realização do Congresso Internacional “Do reino das sombras: figurações da morte”.


O tema do Congresso, estruturado a partir da conjugação interdisciplinar de múltiplos âmbitos de investigação (Estudos Clássicos, Estudos Literários e Linguísticos, Filosofia, Psicologia, História, Teologia, Estudos Artísticos e Culturais), pretende reflectir sobre duas linhas temáticas essenciais:

1-As narrativas acerca da morte na Antiguidade Greco-Latina, quer na sua versão mítica, quer histórica
2- As reinterpretações literárias, filosóficas, psicológicas e artísticas de mitos e narrativas sobre a morte, quer em autores antigos quer em autores posteriores.

A Comissão Organizadora começou já a divulgar toda a informação relativa ao evento, e a receber, nos endereços electrónicos oficiais (do Colóquio mitosemorte2012@gmail.com ou da coordenadora appinto@braga.ucp.pt ), em formato Word, RTF, ou PDF, os resumos de eventuais comunicações paralelas, que, sem excederem as 500 palavras, explicitem claramente objectivos e questões do enquadramento teórico, dados e resultados esperados.

O prazo limite previsto para a submissão dos resumos é o dia 25 de Maio de 2012.

Propõe-se como data de notificação dos resultados aos conferencistas inscritos o dia 25 de Junho de 2012, depois de os membros da Comissão Científica terem tido ocasião de avaliar anonimamente os resumos das conferências relativas aos seus respectivos âmbitos de investigação".