quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

O verdadeiro estado das antas alentejanas... III

A agricultura intensiva, de regadio (cereais, pomares, olivais...), que se tem vindo a implementar no Alentejo, conduziu a amplas despedregas, apresentando-se esta região actualmente com extensas áreas completamente limpas, com as pedras amontoadas ao longo dos caminhos, nos limites de propriedade ou em maroiços. Nos casos mais radicais, os blocos foram destruídos ou enterrados em fossas ou valas abertas para o efeito...