sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Publicações XIII



















Editores: Manuel Polo Cerdá e Elisa García-Prósper

Título: Investigaciones histórico-médicas sobre salud y enfermedad en el pasado

Local: Valencia

Data: 2009



Trata-se da edição das actas do IX Congreso Nacional de Paleopatologia que se realizou em Morella, em 2007.

Ao longo de 815 páginas, divididos em 11 temas, são apresentados resultados de estudos antropológicos realizados sobre restos osteológicos, desde a Pré-história até à Época Contemporânea.

Destaca-se, pela sua temática:

- Um artigo de Prada et al (p.381-403), com um estudo sobre dois esqueletos mesolíticos (Beta - 226472: 6980 +-50 BP/ Beta 226473: 7030+- 50BP) encontrados na gruta de Braña-Arintero (León).

Estes indíviduos, que se encontravam em excelente estado de conservação, apresentavam-se depositados em níveis distintos, dentro da gruta e, aparentemente, sem qualquer tipo de cobrimento e espólio associado, apesar de um se encontrar dentro de um espaço delimitado por blocos de calcário.

- Artigo de López Flores e Souviron Casas (p. 485-491), com a apresentação de uma fossa circular pré-histórica, em Huelva, onde se recuperaram restos de 4 indivíduos. Dois deles apresentavam evidências de trepanações, realizadas com sucesso.

- Artigo de Gómez Pèrez e Rodríguez González (p.539-547) sobre a identificação de um possível caso de brucelose num indivíduo mesolítico, em Mas Nou (Castellón).

Numa única sepultura foram depositados, em diferentes momentos, 9 indivíduos (homens e mulheres, adultos, crianças e bebés). As datações realizadas, forneceram datas entre 7850 e 7300 BP).

- Um artigo de Lozano Ruiz (p.645-655) sobre a determinação de dietas, a partir da análise do desgaste e das patologias dos dentes, de indivíduos da Idade do Bronze, na Gruta de El Mirador (Sierra de Atapuerca, Burgos).

O estudo realizado permitiu determinar que esta comunidade tinha uma dieta mista, composta por alimentos de origem animal e vegetal e com escassa abrasividade.

- Artigo de L. Rocha e C. Duarte (p. 763-781) com o estudo antropológico de restos humanos depositados no Museu Nacional de Arqueologia, provenientes das escavações do prof. Manuel Heleno em monumentos megalíticos funerários do Alentejo Central.

Neste artigo são também apresentados os resultados de datações de C14, 6 monumentos.